Thursday, July 12, 2007

Esta semana a minha vida dava um filme indiano



Eu sei que disse que não tinha vontade de ir ao casamento do meu irmão, mas se há uma coisa que gosto em mim é a capacidade para mudar radicalmente de ideias num ápice. No fundo, sou uma fácil. Bastou conhecer a minha família indiana para me começar a divertir que nem uma maluca. Eles são a minha família gémea espalhada pelo mundo inteiro. Vieram da Austrália, África do Sul, Canadá, Estados Unidos e Índia. Alugaram um autocarro para conhecer Portugal e acabaram com o stock de garrafas de vinho do hotel onde ficaram. Dançaram e cantaram até não poder mais no casamento e no barbecue que fizemos dois dias antes. Comunicaram muito com toda a gente, mesmo com quem não sabia dizer uma palavra de inglês. Se existe uma definição de empatia, este encontro de famílias foi um bom exemplo do seu significado.

7 comments:

Anonymous said...

Qual deles é o que está em Miami? o de azul?Não é nada nada mau...as raparigas são todas muito giras
Maravilhosa

f. said...

Lindo!

Anonymous said...

E ninguém liga ás criancinhas que são tão lindas

Elle Driver said...

Como diz a minha amiga S., as criancinhas são United Colors of Benetton. (Uma de Sidney, Austrália, a outra de Odivelas, Portugal.)

Anonymous said...

Que dava um grande filme isso sei eu! R.... :-(

Anonymous said...

Desculpa?Uma de Sidney e outra de Odivelas? Portanto o pessoal da Austrália costuma ser loiro...mas os de Odivelas não costumam ser indianos...

Elle Driver said...

Isto hoje em dia, com a globalização, qualquer uma poderia estar em qualquer parte do mundo sem surpreender ninguém. E isso é que importa!