Wednesday, February 28, 2007

Kiss This Girl!

A minha amiga e b-zinha R. surpreende-me constantemente com o seu sentido de humor. E o melhor é que já não é só às 5ªs Feiras. Agora deu-se-lhe na platina para cantar músicas em inglês com letras completamente inventadas. Diga-se de passagem que são momentos hilariantes. A Tia bem tenta acompanhá-la, mas não consegue. Aquilo são de certeza muitos anos a virar frangos! A propósito dessas novas palavras vindas de uma imaginação quase sem limites, lembrei-me de uns sites sobre pessoas que andaram durante anos convencidas que estavam a cantar bem a letra de uma música e afinal estavam era a dizer um grande disparate. Por exemplo, no Am I Right ou no Kiss This Guy (arquivos de Misheard Lyrics) podem encontrar-se pérolas como estas. Alguém que pensava que o Robert Palmer cantava "You're a dick with a glove", em vez de You're Addicted to Love. Ou outra pessoa, com certeza um homem, que pensava que a Madonna dizia no Like a Virgin "Touched for the Thirty-First Time" (em vez de very first time). Ou no Space Oddity do David Bowie em que alguém andou anos a cantar "Clown control to Mao Tse Tung" em vez de Ground control to Major Tom. Ou ainda "A Mosquito had a Speedo" (em vez de my libido) no Smells Like Teen Spirit dos Nirvana. E o mais incrível é que 60% das pessoas acreditam que a sua versão é melhor que a original! Estes exemplos também existem em português, apesar de não haver nenhum site, pelo menos que eu conheça. Tenho uma amiga que durante anos iniciou o Perfume Patchouli com "Ai as peixeiras, as peixeiras dos sovacos", quando na realidade o Grupo de Baile cantava "Ai que bem cheiras, que bem cheiras dos sovacos". E eu pensava que eram as "caixeiras"!!... Quantos mais exemplos destes não andarão por aí? Vá lá, contribuam...

12 comments:

tresdetrinta said...

E a Rua do Carmo, dos UHF, cantada pela irmã da R: "Olha como é... a tua caaara, amor". [tia]

Anonymous said...

E a dos Velvet underground: "Shes the pefect caw!" em vez de "she's a femme fatal"... Dãããã!!!!!
Se me lembrar de mais envio.
R.

maria said...

De Coimbra: um tipo cantava o "whip it", dos Devo, como "whip it! Jesus good!" (é "whip it! Whip it good!"). E "Sex pistols! Go!" no Sex Beat, dos Gun Club.
A tua amiga das peixeiras (sim, acuso-me!) também achava que no Loser, do Beck, ele dizia "So, open the door". Ele diz "Soy un perdedor"!

maria said...

A brincar havia músicas como Bela Legume está verde (bela lugosi's dead), Biqueira Larga (we care a lot), Sou holofote e pão de ló (I fought the law and the law won) e o famoso Ismael, José Carlos Ismael (Israel, siouxie). (Nenhuma destas invenções é minha...)

Coiso said...

E o Quem Chora Não Berra, em vez do I should have known better do grande Jim Diamond...

Anonymous said...

E a versão tarado sexual do Paulo Gonzo do "dei-te quase tudo"?

meti-to quase todo
e quase todo foi demais
meti-to quase todo
chama agora pelos teus pais...

nem digo o nome..tal é a vergonha said...

só digo que me pus a cantar num mc donalds em altos berros:

"i will go down with this SHIT"

(onde se deveria ler
"I will go down with this ship!!
And I won't put my hands up and surrender
There will be no white flag above my door,
I'm in love and always will be"

Dido - White Flag)

nao imaginam a minha vergonha quando me apercebi do erro...

maria said...

Tinha-me esquecido da minha favorita, mal entendida não vou dizer por quem - da banda sonora do Pulp Fiction: "the only boy who could ever reach me / was a son a bitch, baby!" (bem mais giro do que o original son of a... preacherman)

Sofia said...

"O Taborda... de fato de treino" e quem se lembra desta tradução livre de "All aboard for Night train" ?!

Coimbra, 1900 e troca o passo

Sofia said...

"O Taborda... de fato de treino" e quem se lembra desta tradução livre de "All aboard for Night train" ?!

Coimbra, 1900 e troca o passo

Rui Ferreira said...

Durante anos pensei que o início do How Soon Is Now? dos Smiths era: "I'm the SUN and the AIR"... Até ver a letra escrita no disco que começa: "I'm the SON and the HEIR"...

maria said...

E havia - mais uma de coimbra - quem cantasse "Dominó" no "tommy gun", dos Clash.